Governador do Banco de Portugal
Mário Centeno é Governador do Banco de Portugal e membro do Conselho do Banco Central Europeu desde 20 de julho de 2020. Foi Ministro das Finanças entre 2015 e 2020 e Presidente do Eurogrupo entre 2018 e 2020. Nessa qualidade, exerceu funções como Presidente do Conselho de Governadores do Mecanismo Europeu de Estabilidade. Anteriormente ocupou vários cargos no Banco de Portugal, onde iniciou a sua carreira em 1993. Doutorou-se em Economia pela Universidade de Harvard em 2000. É mestre em Matemática Aplicada e licenciado em Economia pelo ISEG. É Professor catedrático da Universidade de Lisboa e da Universidade Nova de Lisboa. No âmbito da sua atividade académica, é autor de publicações em várias revistas científicas nacionais e internacionais.
Secretário-Geral do BCSD Portugal
Licenciado em Gestão, já exerceu diversos cargos de gestão e liderança nos setores público e privado, bem como no terceiro setor. Entre outras funções, foi presidente da ONGD TESE, coordenador do GABIP Mouraria na Câmara Municipal de Lisboa, diretor do Centro de Inovação da Mouraria, uma incubadora para indústrias criativas, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto no XXI Governo Constitucional de Portugal e, mais recentemente, general manager de um fundo de investimento para business angels e de uma aceleradora da Porto Business School (Universidade do Porto). Foi, também, professor convidado em duas universidades portuguesas durante cerca de dez anos e articulista num jornal económico. Frequentou diversas formações para executivos no domínio da sustentabilidade, em diversas universidades internacionais, tais como: Harvard, Kellogg, Stanford, INSEAD, Cambridge e IMD.
Correspondente sediado em Bruxelas da SIC e Expresso
Susana Frexes é Jornalista e Correspondente em Bruxelas para a SIC e Expresso desde finais de 2014. Acompanha o quotidiano da política europeia, dramas, crises e acordos da UE, abrangendo as instituições da UE e a NATO. Antes disso, Susana integrou a seção de Cultura da SIC durante oito anos. Susana Frexes é licenciada em Jornalismo pela Universidade de Coimbra e estudou durante um ano na Universidade Católica de Louvain-La-Neuve, no âmbito do Programa Europeu Erasmus.
Membro do gabinete da Comissária Elisa Ferreira, Comissária responsável pela Coesão e Reformas da Comissão Europeia
Francisco Barros Castro é desde dezembro de 2019 membro do gabinete da Comissária Elisa Ferreira, Comissária responsável pela Coesão e Reformas da Comissão Europeia. Antes de integrar o gabinete da Comissária Ferreira, foi chefe de equipa para a Roménia e a Bulgária na DG Economia e Finanças da Comissão Europeia (2013-2019), Conselheiro Financeiro e chefe do departamento ECOFIN na Representação Permanente de Portugal junto da UE (2007-2013) e professor e investigador na Faculdade de Economia, Universidade do Porto, Portugal (1990-2007), à qual está ainda ligado. Enquanto na Representação Permanente de Portugal junto da UE, foi membro suplente do Comité Económico e Financeiro, do Grupo de Trabalho do Eurogrupo e do Comité de Política Económica. Foi o representante de Portugal nos grupos de trabalho do Conselho que negociaram o pacote de seis propostas legislativas da UE sobre governação económica e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020. É licenciado em Economia pela Universidade do Porto (Portugal), mestre em Comércio Internacional e Finanças pela Universidade de Lancaster (Reino Unido) e doutor em Economia pela Universidade de Leeds (Reino Unido). É autor, individualmente ou em conjunto, de cerca de 20 artigos científicos publicados em revistas ou livros internacionais.
Professor convidado da Universidade de Szeged (parceira da UPorto no consórcio EUGLOH)
Gergely é um empresário húngaro de sucesso formado em Economia. Com 20 anos de experiência em programação e gestão de projetos de TI, é também fundador de vários negócios relacionados com TI. Tem sido um participante ativo e organizador do ecossistema de TI e startups em Szeged. Uma de suas primeiras empresas, lançada em 2000, tem sido um dos portais líderes do mercado imobiliário na Hungria. Desde então, Gergely fundou e vendeu várias startups de sucesso. Gergely leciona empreendedorismo na Universidade de Szeged, Faculdade de Economia.
Diretor de Capital, Dívida e Desenvolvimento de Negócio
Pedro Manuel Alves Barroso Magalhães, nascido em Vila Real a 1 de fevereiro de 1979. Licenciado em Matemática, pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) em 2002, tendo recebido o prémio Eng. António de Almeida por ter sido o aluno com média mais elevada. Mestre em Métodos Quantitativos Aplicados à Gestão pela Escola de Gestão do Porto (EGP), da Universidade do Porto (UP) em 2008, com dissertação na área dos seguros e ciências atuariais. Atualmente é responsável pela direção de Capital, Dívida e Desenvolvimento de Negócio do Banco Português de Fomento (BPF), instituição de fomento portuguesa. Para além de coordenar toda a área de investimentos de capital e de dívida do BPF, nomeadamente as parcerias estabelecidas com o Fundo Europeu de Investimento (FEI), é também responsável pela coordenação do desenvolvimento de novos instrumentos financeiros do BPF. Anteriormente, desempenhou as funções de Diretor de Negócio da IFD - Instituição Financeira de Desenvolvimento, tendo sido responsável pela implementação da estratégia e plano de negócios da instituição através do desenvolvimento, negociação, operacionalização e monitorização de instrumentos financeiros para apoiar o financiamento de PME e Mid-Caps. Também foi responsável por todas as fases do projeto e implementação de instrumentos financeiros, captação de recursos, seleção de intermediários financeiros e monitoramento de instrumentos financeiros patrimoniais e quase-patrimoniais, bem como dívida (inclusive empréstimos), garantias e securitização. Desempenha ainda funções docentes, como assistente convidado, na Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho. Antes de exercer funções da IFD foi docente universitário na UTAD e Instituto Politécnico de Bragança, diretor administrativo e financeiro no Instituto de Segurança Social e analista no Instituto de Gestão de Fundos da Segurança Social. Tem artigos científicos publicados e realizou inúmeras palestras ao longo da sua carreira profissional e académica, para além de alguns estudos efetuados enquanto consultor externo de entidades públicas e privadas.
Secretário-Geral da Fórum Oceano (Associação Empresarial da Economia do Mar)
Ruben Eiras é o Secretário-Geral da Fórum Oceano. No último ano e meio, Ruben Eiras exerceu a função de Coordenador para a Economia Azul, Inovação, Investimento e Financiamento na Fórum Oceano. É mentor do Programa de aceleração de start-ups Ocean Stream do Creative Destruction Lab, sedeado no Canadá, como também é mentor do Sustainable Ocean Accelerator e 'coacher' da Blue Invest Platform da Comissão Europeia. Exerceu as funções de Diretor-Geral de Política Marítima do Ministério do Mar de Portugal, promovendo uma economia azul inovadora e sustentável, como também as de Assessor para a indústria, inovação e energia da Ministra do Mar de Portugal. Anteriormente à sua carreira enveredar pela rota da economia do mar, foi Gestor de Ciência e Tecnologia na Galp Energia e Diretor do Programa de Segurança Energética da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. É Doutorado em Política de Segurança Energética na área da História, Defesa e Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e Empresa - Instituto Universitário de Lisboa e pela Academia Militar, sendo também diplomado com o Mestrado Executivo em Sistemas de Energia Sustentável do Programa MIT-Portugal. Foi membro do Grupo de Peritos em Gás Natural da Comissão Económica para a Europa das Nações Unidas (UNECE) e Membro Técnico do Grupo de Trabalho SAS de Segurança Energética da Organização de Ciência e Tecnologia da NATO. A Fórum Oceano - Associação da Economia do Mar é uma pessoa coletiva de utilidade pública que gere o Cluster do Mar Português, Cluster de competitividade reconhecido pelo Governo de Portugal. As atividades marítimas constituem segmentos dinâmicos e competitivos da economia, capazes de valorizar o Mar e os seus recursos, de gerar valor e de criar emprego qualificado, contribuindo para o reforço da posição de Portugal na economia global. A missão da Fórum Oceano consiste em reforçar dinâmicas de cooperação estratégica entre atores - empresas, centros de IDT, instituições de ensino superior, organismos da Administração Pública - e promover a competitividade das principais cadeias de valor que utilizam o Mar e os recursos marinhos como elementos centrais da sua atividade de forma a contribuir, sustentavelmente, para o crescimento económico, para as exportações e para o emprego. A Fórum Oceano representa 50% do PIB do Mar em Portugal, com cerca de 125 associados dos diversos setores da atividade da economia do Mar, quer das atividades consolidadas como a Pesca e Aquacultura, Conservação, Transformação e Comercialização do Pescado, Indústrias Navais, Portos, Transporte Marítimo e Logística e Turismo Náutico, quer das atividades emergentes como as Energias Renováveis Oceânicas, Biotecnologias Marinhas e Tecnologias Oceânicas.
Coordenador da Estratégia Nacional para a Especialização Inteligente da ANI
Alexandre Almeida é mestre em Economia e doutorado em Economia. É Professor em tópicos de inovação na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e no Instituto Politécnico do Cavado e Ave. O Alexandre tem uma vasta experiência em políticas de STI, desde a conceção até à gestão, bem como no Setor da Saúde. Trabalhou como assessor-chefe da Autoridade De Gestão da Operacional Norte Programa responsável pela gestão de incentivos à ciência e à tecnologia e design de políticas. Desde 2016, Alexandre assumiu a coordenação da Estratégia Nacional de Especialização Inteligente, a Importante Projetos de Interesse Europeu Comum (IPCEIs, liderando as IPCEIs em Microeletrónica e sobre saúde) e tem sido responsável por vários processos de avaliação relativos ao Nacional Sistema de Inovação. Desde 2015, tem funções de assessor nos Hospitais Centrais (Gaia – CHVNGE e Guimarães – HSOG).
Professor Associado em Economia em Birkbeck, Universidade de Londres
Pedro Gomes (Lisboa, 1981) é Professor Associado em Economia em Birkbeck, Universidade de Londres, desde 2017. Anteriormente, foi Professor Assistente na Universidade Carlos III de Madrid durante sete anos, Professor Visitante na Universidade de Essex, trabalhando também no Banco Central Europeu e no Banco da Inglaterra. Completou a licenciatura em Economia no Instituto Superior de Economia e Gestão em 2003 e doutorou-se pela London School of Economics em 2010. Friday is the New Saturday é o seu primeiro livro, agora traduzido para Português. Um livro não académico escrito por um académico, sobre economia, mas não reservado a economistas.